Sexta-feira, 22 de Abril de 2011

 

 
Aos ombros carregamos
todos os nossos medos,
os medos que ocultamos
como se fossem trágicos segredos.
 
Que fado ou maldição
insiste em nos querer
nesta condenação,
a doer, a doer?...
 
 
José-Augusto de Carvalho
7 de Agosto de 2001 - 2 de Outubro de 2010
Viana * Évora * Portugal


publicado por Do-verbo às 08:06
Registo de mim através de textos em verso e prosa.
mais sobre mim
blogs SAPO
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

19
23

24
25
26


pesquisar neste blog