Sábado, 26 de Junho de 2010

 

 

Ah, assim como respiro,

eu vivo este movimento!
E, sem dar por nada, giro
no azul deste firmamento...
 
Como lesto rodopio,
em constante rotação!
E assim ganho o desafio
ao meu saudoso pião!

Porque a inércia não existe
aqui nos confins do tudo,
a memória em mim persiste
do meu pião de miudo.
 
Meu velho pião de azinho,
tu, que desde a minha infância,
vens me ensinando um caminho
de vertigem e distância!

Nesta instante rotação
de destino e desafio,
somos o mesmo pião
deslumbrando o rodopio...


José-Augusto de Carvalho
20 de Julho de 2008.
Viana * Évora * Portugal


publicado por Do-verbo às 16:41
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Registo de mim através de textos em verso e prosa.
mais sobre mim
blogs SAPO
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
25

28
29
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds