Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

O saudoso escritor Manuel da Fonseca, no seu livro «seara de vento», coloca na boca da personagem Amanda Carrusca esta sábia sentença: Um homem sozinho não vale nada.

Não querendo ser um homem sozinho, aqui homenageio a presença de quem se predipôs a honrar-me e a honrar este espaço com a sua presença.
Espero e muito desejo que os visitantes deste blogue apreciem os meus Amigos nos textos que deles publico, pretendendo eu, com estas publicações, testemunhar-lhes a minha gratidão por concordarem em enriquecer este espaço.
Até sempre!
José-Augusto de Carvalho
Viana de Fochem*Évora*Portugal

 

Migrando para este novo espaço.


publicado por Do-verbo às 13:22
Registo de mim através de textos em verso e prosa.
mais sobre mim
blogs SAPO
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog