Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2013

 

 

António Vasco da Costa
Carvalho Massapina
15.5.1947 - 8.12.2012
*
Eu já nem tenho lágrimas, Titó!
Quando chegaste, dei-te as boas-vindas!
Ah, Maio! Dias lindos! Flores lindas!
Ah, trigo de oiro ansiando pela mó!
*
Nos teus tentens ousados me revia.
Ganhavas as raízes naturais.
Raizes duma herança de sinais
que mais e mais, em ti, reverdecia.
*
Caminhos bem diversos percorremos.
Em cada um de nós um peregrino
cumprindo-se na busca a que nos demos.
*
E foste, na ousadia de menino,
antes de mim, sem velas e sem remos,
do transitório ao cósmico destino.
*
José-Augusto de Carvalho
Lisboa, 29 de Janeiro de 2013.


publicado por Do-verbo às 17:13
Registo de mim através de textos em verso e prosa.
mais sobre mim
blogs SAPO
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
25
26

27
28
31


pesquisar neste blog