Segunda-feira, 03 de Dezembro de 2012

 

Pietà, de Miguel Ângelo
/
As causas e os efeitos conhecemos.
O frio gela, tremem-nos os membros.
Um mês igual a todos os Dezembros
que no passado todos já sofremos.
/
O sol vai baixo, diz o sábio povo.
Pequenos dias, longas noites frias.
O vento geme antigas agonias.
Cansado, o tempo nada traz de novo.
/
A Boa Nova cumpre calendário.
O verbo milenar é sempre igual.
Doendo, não se altera este fadário.
/
Do céu, não chega, aqui, nenhum sinal.
Em Tempo de Nascer, só o Calvário
pesando neste Tempo de Natal.
/
/
José-Augusto de Carvalho
Lisboa, 3 de Dezembro de 2012.


publicado por Do-verbo às 20:24
Registo de mim através de textos em verso e prosa.
mais sobre mim
blogs SAPO
Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


pesquisar neste blog