Quarta-feira, 21 de Novembro de 2012

 

 

 Venho dos longes da Vida,

com este passo seguro,

sempre de cabeça erguida

desafiando o Futuro.

 

Nas horas amarguradas,

que na vida conheci,

ganhei forças renovadas

para sempre estar aqui.

 

Para sempre estar aqui,

ganhei forças renovadas

nas horas amarguradas

que na vida conheci.

 

Enquanto a vida for vida,

hei-de ser a caminhada

que acende na noite escura

o raiar da madrugada.

 

 

José-Augusto de Carvalho

Viana, 23.4.2006.



publicado por Do-verbo às 00:53
Registo de mim através de textos em verso e prosa.
mais sobre mim
blogs SAPO
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30


pesquisar neste blog