Sexta-feira, 22 de Abril de 2011


          
 
Esta indigência
ofende a inteligência!
 
Esta postura assumida
retrata com nitidez
uma visceral nudez
sem vergonha nem decoro:
andar-se, num desaforo,
sempre de mão estendida:
 
-- Uma esmola, por favor...
...que Deus lhe pague, senhor!...
 

José-Augusto de Carvalho
5 de Setembro de 2001.
Viana*Évora*Portugal


publicado por Do-verbo às 08:33
Registo de mim através de textos em verso e prosa.
mais sobre mim
blogs SAPO
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

19
23

24
25
26


pesquisar neste blog